Mobilidade Elétrica na India receberá incentivos e possível legislação até 2026

Por Vinicius Junqueira – aluno Tech do 2o semestre

O think-tank político Niti Aayog, presidido pelo Primeiro Ministro da Índia Narendra Modi, que possui papel crucial na elaboração de políticas para o governo indiano, juntamente com os ministérios de transporte rodoviário, energia renovável, e aço, se reuniram na última semana de Maio (28) em Nova Delhi para definirem recomendações direcionadas ao setor de agregadoras de taxis – como Uber e Ola.

Entre as recomendações estão a conversão de 5% da frota total em veículos elétricos até 2022, e 10% em 2023, até que seja atingido o valor-alvo de 40%. Além disso a partir de Abril de 2026, todos os veículos vendidos para uso comercial também devem ser elétricos, o que também afetaria estas plataformas.

O plano é que estas recomendações sejam eventualmente transformadas em propostas legislativas formais, sujeitas ou não a mudanças para a aprovação do governo federal.
As recomendações vem com o objetivo de “eletrificar o sistema de transporte” indiano, buscando reduzir suas importações de petróleo e reduzir emissões, como parte do tratado de Paris em 2015.

Este mesmo comitê, recomendou também, algumas semanas antes, a eletrificação de motos e scooters pessoais assim como os populares riquixás motorizados indianos. A Índia tem presenciado um alto crescimento do mercado de apps de delivery, assim como vendas em plataformas de e-commerce, movimentando mais ainda o caótico sistema de transporte do país.

Apesar das dificuldades de adoção de veículos elétricos por conta de tempos de carga extensos e altos custos operacionais, as agregadoras parecem otimistas quanto à situação. Após fracassar com seu projeto-piloto na cidade de Nagpur em 2017, a Ola formou parcerias com a Hyundai e Kia, para o desenvolvimento de veículos elétricos feitos especificamente para o mercado indiano, assim como levantou mais de 340 milhões de dólares em investimento para seu setor de mobilidade elétrica em Maio.



Fonte : https://www.reuters.com/article/us-india-electric-autos-exclusives/exclusive-india-plans-to-order-taxi-aggregators-like-uber-ola-to-go-electric-documents-idUSKCN1T71DU?il