Micro submarinos capazes de fornecer remédios para o corpo sem cirurgia

Por Matheus Soares – aluno Tech do segundo semestre.

Engenheiros da Universidade de New South Wales (UNSW), na Austrália, desenvolveram micro submarinos movidos por nano-motores que podem navegar pelo corpo humano para entregar remédios a órgãos doentes sem cirurgia.

“Nós já sabemos que os micromotores usam diferentes forças externas – como luz, calor ou campo magnético – para navegar ativamente para um local específico”, diz o Dr. Kang Liang, da Escola de Engenharia Biomédica e da Escola de Engenharia Química da UNSW, em um comunicado para a imprensa. “Nesta pesquisa, projetamos micromotores que não dependem mais de manipulação externa para navegar para um local específico. Em vez disso, eles aproveitam as variações nos ambientes biológicos para se auto navegar automaticamente”.

“A maioria dos micromotores viaja de maneira bidimensional”, diz Liang. “Mas neste trabalho, projetamos um mecanismo de direção vertical. Combinamos esses dois conceitos para criar um design de micromotores autônomos que se movem de maneira 3D. Isso permitirá seu uso final como veículos inteligentes de distribuição de remédios no futuro”.

Essas micromáquinas ainda estão em fase de prova de conceito. Mas fisicamente, eles seriam estruturas metal-orgânicas com sistemas de micromotores contendo uma enzima bioativa conhecida como catalase. Normalmente, a catalase é uma das enzimas mais eficientes do corpo humano, capaz de decompor milhões de moléculas de peróxido de hidrogênio a cada segundo. Dentro dos micro submarinos, a catalase atuaria como uma espécie de motor para a geração de bolhas de gás.

“Estamos planejando aplicar essa nova descoberta a outros tipos de nanopartículas para provar a versatilidade desta técnica”, diz Liang.

Pequenos robôs se movendo através dos corpos ainda estão muito longe da realidade. Mas, assim como nas viagens espaciais, parece estar se aproximando.