Por que o VAR demora tanto?

Por Luiz Gustavo Neves de Oliveira – Aluno de Tech do 2o semestre

Mais conhecido como VAR, o arbitro de vídeo funciona com árbitros dentro de cabines analisando o jogo por meio de imagens capturadas por câmeras. Há diversos treinamentos para que se possa participar dessa comissão e, por ser uma novidade, os torcedores ainda estão se acostumando com essa ferramenta. 

Recentemente, a Confederação Brasileira de Futebol, com o intuito de diminuir os erros dentro de campo e tornar o futebol mais justo, implementou – o em diversos campeonatos. Entretanto, o que deveria ser comemorado dentre a torcida e os times, vem gerando críticas por parte dos mesmos. Reclama-se da demora em analisar as imagens e chegar a uma conclusão, além de decisões divergentes em lances praticamente iguais em jogos diferentes.

Entende-se, em parte, as críticas em relação ao instrumento. Por depender da interpretação de cada individuo e por conter, ainda, fatores humanos, o VAR atrasa o jogo em alguns minutos, fazendo assim, com que a emoção da partida diminua. Além disso, sua decisão pode anular um gol ou pênalti, o que enfurece e tira as expectativas de quem está assistindo.

Porém, deve-se compreender a pressão que é exercida sobre quem está na comissão do VAR. Sua missão é aumentar a assertividade das decisões tomadas em campo, não dando espaço para erro, em um cenário em que a torcida, do lado de fora, está ansiosa e todos querem que a partida retorne. Portanto, é normal que se leve tempo para checar as imagens afim de chegar em uma conclusão correta.

Além disso, devido a essa pressão, os árbitros de vídeo, são acompanhados por uma psicóloga e fazem diversos testes durantes a partida, afim de verificar se podem ou não aguentar a imposição de seus críticos.

No entanto, a implementação do VAR está cumprindo seus objetivos. A margem de erro, que antes era de 6,4%, agora é de 1,1% por partida.

Portanto, deve a torcida questionar-se se vale a pena um futebol justo, ou uma partida em que se tolera mais erros. Escolhendo a primeira alternativa, deve-se aceitar um maior tempo de jogo.