Scratch Wars: card game com integração mobile dá aula de design e business

Bom, este aqui é mais um que vai entrar na prateleira de “elementos inusitados” da minha coleção. Scratch Wars é um card game originário da República Tcheca que possui alguns diferencias bastante interessantes, sobretudo para usar em aulas de game design e marketing de games. Vamos falar um pouquinho de cada um dos aspectos interessantes desse jogo.

Primeiramente vamos falar um pouco sobre o nome do game: Scratch Wars. O “scratch” do título, que pode ser traduzido como “arranhado” ou “raspado” tem a ver com o fato que todas as cartas de personagens e armas do jogo veem com a mesma cobertura e você precisa – literalmente – arranhar igual a uma raspadinha para descobrir o que tem por baixo. Algumas das razões disso: 1) é um diferencial pitoresco para o produto; 2) acaba com a necessidade de ter um envelope de booster (as cartinhas são vendidas soltas).

O game em si é muito simples: cada player escolhe um guerreiro (e o game tem um sistema de recombinação que oferece milhares deles em milhares de cartinhas) e até 5 armas. Guerreiros são uma cartinha normal e as armas são círculos destacáveis como da figura anterior. Agora, um diferencial interessante do joguinho é o sistema de combate. Cada jogador coloca um “aro” de arma em um stick (que é o mesmo usado para marcar vida do personagem) e gira; onde para é o dano/poder que irá afetar o adversário. Olha o vídeo a seguir:

O game tem uma série de desdobramentos em aplicativo e site. É possível digitalizar as cartas para jogar usando o smartphone (e não ter que carregar sua coleção). A parte triste é que o app só está disponível na República Tcheca.

É interessante ver essa colisão de universo digital com analógico em um produto lúdico colecionável. Mais um excelente exemplo para discutirmos elementos de game design com modelagem de negócio.

#GoGamers